Políticos opinam sobre “derrapada” do deputado Rafael Leitoa na TV contra ex-servidores

Edivar e Ulysses se manifestaram contra os ataques de Rafael leitoa aos ex-servidores municipais.

Rafael Leitoa, com seu destempero, sofre críticas de políticos
Rafael Leitoa, com seu destempero, sofre críticas de políticos

A pisada na bola de Rafael Leitoa na TV, ontem (20), durante entrevista, quando o deputado maranhense chamou de “fantasmas” – servidores que recebem sem trabalhar -,  ex-servidores que prestaram relevantes serviços ao município de Timon e que são reconhecidos pela população como trabalhadores, teve opinião dos mais diversos segmentos após a entrevista e a repercussão da fala do deputado dada pelo blogdoribinha em postagem no az e replicada em grupos de pessoas nas redes sociais.

Além de várias pessoas conhecidas da comunidade timonense, inclusive ex-servidores que trabalharam com os três citados pelo deputado como “fantasmas”, políticos também manifestaram seu posicionamento quanto ao assunto.

Ex-vice-prefeito Edivar Ribeiro
Ex-vice-prefeito Edivar Ribeiro

"Infeliz"

O ex-vice-prefeito de Timon Edivar Ribeiro, que concorreu à Prefeitura  de Timon em 2012 e hoje é o primeiro suplente de vereador de Timon, através de facebook no grupo de pessoas “O Leste Maranhense”, logo abaixo do post do blog,  em curta frase disse: “Foi infeliz em suas colocações”.

"Vitimísmo" 

O candidato a vice-prefeito na chapa da oposição nas eleições de 2016, Ulysses Waquim foi mais incisivo e não economizou adjetivos para caracterizar o ato falho do deputado contra pessoas dignas e honestas. Disse Ulysses: O setor jurídico da prefeitura esqueceu de informar ao Dep. Rafael LEITOA que a imunidade parlamentar não cobre atribuir ilícito de forma leviana e criminosa a qualquer cidadão de bem no município de Timon, no mínimo cabe uma ação indenizatória das 3 (três) pessoas citadas. O senhor não pode incriminar as pessoas de forma vexatória, só porque discordam politicamente de Vossa senhoria. “Um discurso agressivo, baseado no vitimíssimo e populismo”, disse ele.

Ulysses Waquim: candidato a vice-prefeito na eleição passada
Ulysses Waquim: candidato a vice-prefeito na eleição passada

“O atual prefeito, seu "PRIMO", atrasou o salário e depois de 5 anos a culpa é da Prof. Socorro ? Me acode!!? Um erro não justifica o outro, se os 2 administradores anteriores tiveram problemas com salários, o atual prefeito por ser um político novo e vencer as eleições com tal discurso, tinha obrigação cívica e moral dobrada de não atrasar. Pra finalizar não use o vitimíssimo e nem o populismo, fica meio irônico, pois não esqueça quem " vendeu" o Saae na calada da noite impondo preços injustos ao povo mais carente da cidade foi o seu PRIMO, atual prefeito, finalizou Ulysses.

O ato do deputado tem repercutando como uma velocidade impressionante, logo após a entrevista e durante toda noite, ex-servidores que estão na lista mostrada na TV Antena 10 e que também foram chamados de fantasmas, mas não tiverem seus nomes citados procuraram o titular do blog em busca da gravação da entrevista do deputado Rafael Leitoa. Outros blogs na internet estão replicando o post publicado ontem pelo az no blogodoribinha: Portalgaditas.com.br.

Deputado foi obrigado a retirar vídeo de seu perfil em 2016

Durante a campanha de 2016, Rafael Leitoa foi obrigado, pela Justiça Eleitoral, a retirar um vídeo ofensivo postado por ele nas redes sociais. A mensagem postada na épocca na página do suplente continha afirmações inverídicas e caluniosas sobre o candidato Alexandre Almeida. O deputado dizia no vídeo que Alexandre não trouxe emendas para Timon e que o mesmo havia pedido a cassação do mandato do governador Flávio Dino. Tudo mentira.

Ontem na TV, Rafael disse que o deputado Alexandre Almeida durante 7 anos de mandato e 30 milhões de emendas a que ele tem direito não mandou "um centavo" para Timon para melhorar a infraestrutura da cidade, todas as emendas de Alexandre Almeida foram para promoções pessoais tais como: campeonatos de futebol e festa junina, segundo o deputado pededista na TV.