Heráclito Fortes e Átila Lira negociam ingresso no PSDB com o Geraldo Alckimin e João Dória

Dória agora é o avalista do ingresso de Heráclito no PSDB
Dória agora é o avalista do ingresso de Heráclito no PSDB

A decisão da direção nacional do PSB para que suas bancadas no Congresso Nacional votem contra as reformas propostas pelo presidente Michel Temer, principalmente a trabalhista e da previdência, vai provocar uma debandada de parlamentares do partido, incluindo dois piauienses. Heráclito Fortes e Átila Lira já estão em avançada articulação para trocarem o PSB pelo PSDB, agora pelas mãos do prefeito de São Paulo João Dória Jr. cujo nome aparece como um dos prováveis candidatos tucanos a presidente da República em 2018 e do governador de São Paulo Geraldo Alckimin. Antes, Heráclito havia conversado com o senador Aécio Neves, presidente do PSDB mas com o afastamento dele da presidência do partido, os interlocutores dos dois deputados piauienses passaram a ser os paulistas. A troca, porém, só ocorrerá quando for aberta a janela de transferência em março do próximo ano. Além de Fortes e Lira, o PSDB do Piauí pode ganhar ainda um deputado estadual. Robert Rios, que apoiou a reeleição do prefeito Firmino Filho e participa do governo municipal, já vem avaliando sua saída do PDT, partido que está na base do governo Wellington Dias (PT), contra o qual faz oposição, há algum tempo. Com a grande possibilidade de Heráclito Fortes e Átila Lira ingressarem no PSDB, Rios pode seguí-los.