Em reunião, MDB decide que se Michel Temer for candidato a presidente terá palanque no Piauí

MDB vê dificuldades com a candidatura Temer mas fica com PT no Piauí
MDB vê dificuldades com a candidatura Temer mas fica com PT no Piauí

 

O MDB do Piauí vai apoiar Michel Temer caso ele confirme a decisão de se candidatar à reeleição ao cargo de presidente da República em outubro. A executiva estadual do partido esteve reunida na manhã desta segunda-feira (19) em sua sede para oficializar a decisão do presidente do Conselho Nacional do Sesi João Henrique Sousa de desistir de seu projeto de se candidatar ao governo do estado em outubro.

Essa pauta, sobre a realização de uma convenção extraordinária, que estava marcada para o final deste mês, foi antecipada e o partido extinguiu o processo. A reunião foi presidida pelo deputado Marcelo Castro, presidente do partido, e teve a participação de toda a cúpula emedebista.

Quando o próprio João Henrique foi justificar sua decisão, aproveitou e falou da candidatura de Michel Temer à reeleição. Abriu-se uma breve discussão em que falar o ex-deputado Warton Santos e Mauro Tapety reconhecendo a dificuldade de se montar um palanque para Temer pelo fato de a campanha se contrapor com a campanha de um candidato do PT.

No entanto, tanto Santos quanto Tapety afirmaram que se o MDB tiver um candidato a presidente, a obrigação do partido é apoiá-lo e montar palanque para ele. A posição deles foi seguida pelos demais e ficou acertado que se Michel Temer for candidato o MDB do Piauí vai dar palanque a ele, mas sem prejuízo para a aliança com o PT pela disputa do governo do estado.