Ex-vice-prefeito de São Mateus é preso por envolvimento em milícia

Rogério Sousa Garcia, ex-vice-prefeito do município de São Mateus, entre 2013 a 2016, durante a primeira gestão do atual prefeito Miltinho Aragão (PSB), é o político considerado pela Polícia como o agenciador da organização criminosa que atuava na milícia composta por policiais militares e civis.

 

O grupo foi desarticulado durante operação conjunta coordenada pelo próprio secretário Jefferson Portela e o Comandante da PMMA, Coronel Pereira, iniciada na manhã desta quinta-feira (22).

 

 
 
Rogério Garcia é apontado como o responsável por alugar o sítio na localidade Arraial, no Quebra Pote, zona rural de São Luís. O depósito era usado como ponto de armazenamento de armas, bebidas alcoólicas e cigarros contrabandeados.

 

Foi Rogério quem fez a locação do imóvel de dois andares em nome de uma outra pessoa que não tem nada a ver com o crime.

 

Ainda segundo a Polícia, enquanto o ex-vice-prefeito de São Mateus era o responsável pela logística da quadrilha como transporte e comercialização dos produtos contrabandeados. 

 

Já o delegado Thiago Bardal seria o chefe maior da organização criminosa, que junto com auxílio de policiais civis e militares, formavam uma milícia “perigosíssima”.

 

Além de Rogério Sousa Garcia, outras sete pessoas foram presas: o major da PM, identificado como Luciano Fábio Farias Rangel, que seria articulador de policiais para cobertura armada, através de milícia; o soldado da PM Fernando Paiva Moraes Junior; o 2º sargento da PM Joaquim Pereira de Carvalho Filho; José Carlos Gonçalves; Éder Carvalho Pereira; Edimilson Silva Macedo; e Rodrigo Santana Mendes.

Com informações do blog do Domingos Costa