Destaque em jogo-treino, Guilherme Costa comemora bom início de temporada

O jovem Guilherme Costa vê o comprometimento como um fator indispensável durante sua trajetória

O Vasco da Gama segue seu cronograma de trabalho intenso no CT Vargem Grande, visando iniciar a temporada de 2018 com um bom aproveitamento. Na manhã desta segunda-feira (15/01), um dia após a vitória no jogo-treino diante do São Mateus (ES), por 4 a 0, a equipe comandada por Zé Ricardo foi para o gramado e realizou atividades em campo reduzido e também treinou finalização. O meio-campista Guilherme Costa ainda comemora o bom aproveitamento no duelo do último domingo (14), ocasião em que brilhou com duas assistências e um gol marcado.

Guilherme Costa durante as atividades desta segunda-feira (15) - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Guilherme Costa durante as atividades desta segunda-feira (15) - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

- Viemos na preparação de duas semanas treinando forte na pré-temporada. Esse jogo-treino foi para fechar com o pé direito. Fomos bem na partida, tivemos um bom volume, tanto o primeiro quanto o segundo time. Pude dar duas assistências e fazer um gol, mas o grupo inteiro está de parabéns. Agora é dar sequência no trabalho - disse o jogador, que aproveitou para atribuir seu aproveitamento ao coletivo.

- Como eu tinha dado dois passes, pedi para bater o pênalti. Fui bem, fiz o gol. Mas o mais importante, volto a dizer, foi a evolução do grupo na pré-temporada. Todos se saíram muito bem. Confiança é tudo. Hoje, me sinto muito confiante. Minha atuação no jogo-treino me deu bastante confiança. Agora tenho que manter isso para o resto do ano.

O jovem Guilherme Costa vê o comprometimento como um fator indispensável durante sua trajetória. Começando a temporada com o pé direito, o atleta destacou a base familiar como combustível para o processo de evolução e amadurecimento no futebol.

Independente de estar atuando ou não, temos que estar bem sempre. A oportunidade surge no momento em que menos esperamos. Quando surgir, temos que estar prontos porque seremos cobrados da mesma forma que os que estão jogando. Procuro me dedicar muitos nos treinos e fazer o que o professor Zé Ricardo pede. Tenho uma base boa familiar, nunca me deixaram abater com o momento ruim e nem deslumbrar com o momento bom. Essa força mental vem da minha família e eu pude criar isso dentro de mim - concluiu.

Mais lidas nesse momento