Riquezas naturais do Piauí é tema do Globo Repórter desta sexta-feira

Programa destaca paisagens ainda desconhecidas pelos próprios piauienses como a "Capadócia do Sertão"

Nessa sexta-feira (24), o Brasil e o mundo através da Globo Internacional conhecerá um pedaço do estado do Piauí ainda inédito. Cachoeiras, nascentes, pinturas rupestres, descobertas científicas, homens, fauna e flora intocadas e até a produção sustentável de energia em plena Caatinga serão os destaques do Globo Repórter "Os Sertões Ocultos".

Foto: Ana Biselli
Foto: Ana Biselli

O programa que é líder de audiência na emissora nas noites de sexta-feira foi gravado no interior do Piauí no começo do segundo semestre desse ano e deve ter grande repercussão ao mostrar uma faceta do estado ainda desconhecida, rica, bela e inusitada. Um Piauí positivo e com grande potencial de desenvolvimento.

O Globo Repórter começará destacando a "Capadócia do Sertão", uma área de extrema beleza nas proximidades da imensa cidade de Picos. Mesmo estando praticamente ao lado da segunda maior cidade do Piauí, essa área ainda hoje permanece inédita, selvagem, desconhecida até mesmo dos moradores da região. Com paisagens de tirar o fôlego e que lembram muita a região da Turquia conhecida como Capadócia, o lugar vai encantar os telespectadores.

São formações geológicas impressionantes, de grande beleza cênica onde pesquisadores da Universidade Federal do Piauí (UFPI), campus de Picos, estão descobrindo raridades da ciência. Com imagens aéreas que mostram a grandiosidade do lugar, o programa deve marcar uma nova fase para o desenvolvimento sustentável do estado revelando riquezas naturais que podem incrementar a economia do turismo no Piauí.

Também serão destaques do programa a fauna e a flora intocadas do Piauí, pinturas rupestres extremamente coloridas descobertas na região da Serra da Capivara, as nascentes, cachoeiras e rios do Parque Nacional Nascentes do Parnaíba e até mesmo um inusitado concurso de fotografias onde o caçador troca sua arma por uma máquina fotográfica e ganha prêmios ao registrar detalhes da vida selvagem do Piauí. 

O programa que tem reportagem de Francisco José e produção de André Pessoa, percorreu o Piauí de Norte a Sul mostrando as potencialidades e belezas naturais de um Piauí intocado, preservado e ainda secreto para o Brasil. Também ganha merecido destaque no programa a geração de energia eólica na divisa entre Piauí, Pernambuco e Ceará.

Depois de 24 anos vivendo no Piauí, o fotojornalista pernambucano André Pessoa, deixará mais uma importante marca na divulgação das belezas naturais e riquezas arqueológicas do estado com a produção desse Globo Repórter inédito. Esse é o quinto programa Globo Repórter que ele realiza em parceria com o repórter Francisco José, da TV Globo Nordeste, apenas no Piauí.

Além da produção do programa, André Pessoa que vive em São Raimundo Nonato também é o autor das imagens aéreas, feitas com um drone profissional, na região da "Capadócia do Sertão", uma área com formações geológicas belíssimas. Ao adquirir a aeronave não tripulada nos Estados Unidos em 2016, Pessoa foi para São Paulo fazer um curso especializado em drones e esse será seu primeiro trabalho nacional utilizando imagens captadas pelo equipamento de última geração.

 

 

Mais lidas nesse momento