Menina de 7 anos chora na primeira festa de aniversário e reação repercute na internet

Postagem no Facebook alcançou mais de 49 mil compartilhamentos

Ao ganhar a primeira festinha de aniversário, a pequena Rinah Laís não conseguiu segurar as lágrimas. Familiares e amigos se reuniram no domingo (11) para comemorar os 7 anos da menina, em Macapá. A reação da homenageada chamou a atenção nas redes sociais.

Rinah Laís ganhou primeira festinha de aniversário (Foto: Thaís Monteiro/Reprodução Facebook)
Rinah Laís ganhou primeira festinha de aniversário (Foto: Thaís Monteiro/Reprodução Facebook)

No Facebook, a foto dela chorando diante do bolo e dos convidados, no momento dos “parabéns”, alcançou mais de 176 mil curtidas e 49 mil compartilhamentos, até a última atualização desta reportagem.

Quem organizou a festa foi a prima dela, a estudante Thaís Monteiro, de 22 anos. Ela conta que a menina pediu o bolo para uma tia, a família se uniu para comprar os materiais, e uma amiga fez a receita.

“Apesar de ter sido simples, a Rinah gostou muito. Ela se emocionou quando a gente começou a cantar ‘parabéns’. Tudo foi muito simples mesmo. Não esperava essa reação dela”, disse.

Thaís Monteiro organizou o aniversário da prima Rinah (Foto: Jorge Abreu/G1)
Thaís Monteiro organizou o aniversário da prima Rinah (Foto: Jorge Abreu/G1)

Rinah fez aniversário no dia 4 de março, mas somente uma semana depois a família conseguiu fazer a festa devido à falta de dinheiro. O pai dela está desempregado e a mãe vende espeto de churrasco para manter a renda da casa. Tímida, a menina não conseguiu falar com o G1.

Para Thaís Monteiro, ver a emoção da prima valeu a pena todo o esforço. A jovem conta que se surpreendeu com o resultado da postagem e relata receber mensagens e comentários de pessoas de todo canto do país.

“Não esperava toda essa repercussão. Pensei que só meus amigos iam compartilhar, mas agora nem consigo mais mexer no meu celular de tanta notificação. Tenho recebido muitas mensagens de pessoas do Brasil todo querendo dar presentes”, finalizou a estudante.

Mais lidas nesse momento