Câmara Municipal encerra sessão mais cedo devido morte de cabeleireira

Atitude é em luto por causa da morte da filha de um dos funcionários. Caso aconteceu nesta terça-feira

(Atualizada às 11h48)

Os trabalhos na Câmara Municipal de Teresina foram encerrados mais cedo nesta quarta-feira (16), em ato simbólico. A atitude, segundo nota enviada pela Casa, é em razão do luto por conta da morte da filha de um dos funcionários da Câmara.

A filha de Aldir Claro, que trabalha há quase 40 anos no local como controlador de portas da Câmara, é Aretha Dantas Claro, de 32 anos. A jovem foi encontrada morta com diversas perfurações na manhã desta terça-feira (15), na Avenida Maranhão.

Câmara Municipal de Teresina encerra sessão ordinária nesta quarta-feira
Câmara Municipal de Teresina encerra sessão ordinária nesta quarta-feira

Segundo a assessoria da Câmara Municipal, a sessão foi encerrada para que os vereadores pudessem comparecer ao velório de Aretha, que está acontecendo nesta manhã.

O velório aconteceu na manhã de hoje, na casa da família no bairro Bela Vista, zona Sul de Teresina. Familiares e amigos estiveram no local para prestar as ultimas homenagens e se despedir de Aretha. Segundo familiares, o corpo de Aretha será sepultado também nesta manhã, no cemitério Santa Cruz, no bairro Promorar.

Investigações

Em entrevita na manhã desta quarta-feira (16), o coordenador da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Baretta, informou que o criminoso deixou marcas que o identifica no corpo da vítima e afirmou que as investigações já estão bem encaminhadas.  

“Todo crime de homicídio doloso contra a vida tem uma motivação seja ele a menor possível e esse crime não foi diferente. Evidentemente pelo tipo de arma, pela forma como ela foi morta tem a assinatura do criminoso, além do modus operandi e a assinatura dele está bem visível e nessa assinatura estamos autenticando para chegar até ele", ressalta Francisco Baretta. 

Veja a nota da Câmara Municipal de Teresina na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A sessão ordinária desta quarta-feira (16/05) foi aberta e encerrada de forma simbólica pelo presidente da Casa, vereador Jeová Alencar, sem que houvessem os trabalhos.

A atitude se deu luto por conta da morte trágica da filha de um dos funcionários da Câmara, Aldir Claro, na manhã de terça-feira (15/05). Os vereadores participarão do velório da filha do servidor.

Mais lidas nesse momento