Cabo do Exército é apontado como autor dos disparos que deixou pessoas feridas em prévia de carnaval

Estado de saúde das vítimas é estável

(Atualizada às 10h52)

Um cabo do Exército Brasileiro, cujo nome está sendo mantido em sigilo pela Polícia, está sendo apontado como o autor dos disparos efetuados na Banda Bandida. Policiais do 1º BPM teriam localizado o cabo e o conduzido para a Central de Flagrantes.

No depoimento, o cabo informou que trata-se de um acerto de contas, mas não deu mais detalhes. Depois do depoimento, segundo policiais do 1º Batalhão da PM, o acusado foi entregue ao Exército Brasileiro e se encontra a disposição da Justiça.

Prévia de carnaval acaba com tiros no meio da multidão e três feridos na Banda Bandida

Três pessoas deram entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) durante a noite deste sábado (13) vítimas de um tiroteio ocorrido na prévia carnavalesca da Banda Bandida, na Rua 24 de Janeiro, centro de Teresina.

HUT (Foto: Divulgação)
HUT (Foto: Divulgação)

A confusão teria acontecido entre dois homens que a princípio se divertiam no local. Em um dado momento um deles sacou de um revólver e começou a atirar no outro, no meio da multidão. Testemunhas contaram para policiais militares que foram chamados ao local, que outro homem que também estava na festa também atirou.

Os dois fugiram antes da chegada da Polícia Militar. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e conduziu duas pessoas baleadas para o HUT. Um deles foi alvo de dois disparos.

As informações obtidas pela Polícia Militar consta que foram disparados cerca de cinco tiros no meio da multidão.

A direção do HUT informou na manhã deste domingo (14) que o estado de saúde dos dois baleados é estável.

Veja o momento da confusão:

Mais lidas nesse momento