Polícia deflagra operação Quaresma e prende 22 pessoas no Piauí

A operação iniciou na sexta-feira (16/03) e segue até a próxima segunda-feira (26/03)

A Polícia Militar prendeu 22 pessoas durante a Operação Quaresma no Piauí, sendo dois acusados de homicídio, um acusado de estupro de vulnerável, três por porte ilegal de arma de fogo, oito suspeitos de roubo ou furto, cinco acusados de tráfico de entorpecentes e um por tentativa de homicídio.

Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar

Foram apreendidas também dezoito motocicletas por roubo ou furto, quatro carros roubados e dois aparelhos celulares provenientes de roubo ou furto, três armas brancas e seis armas de fogo, sendo uma de fabricação caseira, quinze munições, 3.085 quilos de maconha, 35 pedras de crack, 169 papelotes de maconha e cocaína não contabilizada.

A Operação Quaresma Segura visa otimizar o policiamento ostensivo em pontos-chave, tomando como referência as estatísticas que a PMPI reúne para trabalhar de maneira mais direcionada, e será efetivada por todas as Unidades Operacionais da Polícia Militar, em ações diárias com horários aleatórios em todo o estado do Piauí.

Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar

Durante a ação, está sendo empregado o efetivo do Expediente Operacional, que acontecerá duas vezes na semana, onde o policial será retirado do expediente administrativo e reforçará locais críticos, como as pontes e as zonas de comércio. Com o pagamento de planejadas, onde o policial trabalhará em suas folgas, além dos cem policiais militares à disposição de Órgãos Públicos que estão reforçando o patrulhamento na Capital.

A operação iniciou na sexta-feira (16/03) e segue até a próxima segunda-feira (26/03).

 

Mais lidas nesse momento