EUA alertam Síria sobre medidas "firmes" por cessar-fogo

Washington também alertou o presidente sírio Bashar al-Assad sobre o aumento do conflito

Os Estados Unidos alertaram a Síria na sexta-feira (25) que o país tomara “medidas firmes e apropriadas” em resposta às violações do cessar-fogo, destacando preocupação com relatos de uma operação militar iminente em uma região de desescalada no sudoeste do país.

Washington também alertou o presidente sírio Bashar al-Assad sobre o aumento do conflito.

“Como garantidor desta área de desalinhamento com a Rússia e a Jordânia, os Estados Unidos tomarão medidas firmes e apropriadas em resposta às violações do regime de Assad”, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, em uma comunicado na noite de sexta-feira.

O monitor de guerra baseado no Reino Unido Observatório Sírio para os Direitos Humanos informou quarta-feira que forças do governo sírio após a recente vitória sobre uma área do Estado Islâmico no sul de Damasco estavam avançando para a província de Deraa.

A mídia estatal síria reportou que aeronaves do governo lançaram panfletos em áreas controladas por rebeldes em Deraa, instando os combatentes a desarmarem.

O alerta norte-americano vem semanas após um ataque similar em uma zona de desescalada no nordeste da Síria.

O governo está no momento em sua posição mais forte deste os primeiros meses da guerra em 2011, embora ainda longe de atingir o objetivo de Assad, de reafirmar a influência sobre toda a Síria.